última actualização: Dezembro 2017 
 
  início Folheto CERTIF
  mapa do sítio
 

Certificação de Sistemas de Gestão

Marca CERTIF - Empresa Certificada

Introdução

Por definição, a certificação de sistemas de gestão é a atestação dada por um Organismo de Certificação, com base numa decisão decorrente de uma análise, que comprova que a conformidade desses sistemas com os requisitos especificados foi demonstrada.

A CERTIF está preparada para efectuar a certificação dos seguintes sistemas de gestão, de acordo com as normas indicadas:

  • Sistema de Gestão da Qualidade – ISO 9001;
  • Sistema de Gestão Ambiental – ISO 14001;
  • Sistema de Gestão da Segurança Alimentar – ISO 22000;
  • Sistema de Gestão de Segurança e Saúde no Trabalho – OHSAS 18001 / NP 4397;
  • Sistema de Gestão da Investigação, Desenvolvimento e Inovação – NP 4457.

Vantagens

A certificação de sistemas de gestão representa para as organizações benefícios e contributos importantes na gestão do seu negócio, na avaliação de custos e riscos e nas relações com as suas envolventes externas, uma vez que:

  • aumenta a confiança dos clientes criando condições para incrementar a sua fidelização;
  • apoia a gestão na identificação dos principais objectivos e na sua concretização;
  • contribui para aumentar a competitividade da organização nos mercados onde actua;
  • promove a imagem institucional da organização facilitando o marketing-mix do produto;
  • facilita o acesso a novos mercados;
  • permite uma abordagem sistematizada na evidência do cumprimento de requisitos regulamentares;
  • facilita a identificação de processos de melhoria interna;
  • gera factores positivos de motivação de grupos e de sinergias internas.

Processo de certificação

A concessão e acompanhamento da certificação de sistemas de gestão através da CERTIF baseiam-se em princípios de imparcialidade, credibilidade e rigor técnico e seguem regras e procedimentos de certificação estabelecidos ao nível internacional.

A imparcialidade da CERTIF é assegurada pela completa independência e isenção de conflitos de interesses da sua estrutura organizacional.

Estas metodologias são desenvolvidas garantindo que a certificação dos sistemas de gestão é efectuada com a máxima confiança e ao mais baixo custo para as organizações. Para o efeito, a CERTIF dispõe de uma equipa qualificada, com experiência significativa na actividade de certificação e que está presente, acompanha e participa de uma forma activa a discussão técnica dos assuntos de certificação a nível nacional e internacional.

O desenvolvimento simplificado de um processo de certificação de sistemas de gestão está indicado no fluxograma seguinte:

As auditorias de concessão são realizadas em 2 fases distintas.

Na 1ª fase da auditoria, a equipa auditora nomeada pela CERTIF tem a oportunidade de ter um primeiro contacto com a organização auditada e efectuar uma avaliação prévia da sua estrutura organizacional e dos seus processos, tendo como objectivo final a identificação dos aspectos significativos que poderão ser consideradas não-conformes durante a 2º fase da auditoria de concessão.

Para a organização auditada, esta metodologia de avaliação tem a vantagem de lhe permitir, caso seja considerado como adequado, rever, corrigir e melhorar o seu sistema de gestão implementado de modo a reunir as condições essenciais para o sucesso da avaliação da conformidade durante a 2ª fase da auditoria.

De qualquer modo, esta metodologia não implica necessariamente um incremento do preço da auditoria, uma vez que o  seu tempo de duração total é distribuído pelas duas fases. Este valor é calculado em função de diversos factores, tais como a dimensão da organização, a complexidade dos seus processos, os riscos associados aos produtos e/ou serviços que fornece, entre outros, e é sempre comunicado previamente à organização e ajustado, se necessário, durante a realização da 1ª fase da auditoria.

Cooperação com outras entidades

No âmbito da sua actividade, e com o objectivo de transmitir aos seus clientes os mais elevados padrões de transparência e de confiança, a CERTIF desenvolve vários processos de cooperação com as diferentes partes interessadas na certificação.

Estas acções assumem particular relevância em várias componentes:

  • com outros Organismos de Certificação através da participação regular em reuniões internacionais, onde se desenvolvem princípios de actuação harmonizados;
  • com os laboratórios de ensaios no apoio mútuo à actividade de certificação e à realização dos ensaios;
  • com as Associações empresariais e de fabricantes, quer através da sua presença nas diferentes Comissões Técnicas de Certificação, quer na participação em acções promovidas com o objectivo de divulgar a certificação;
  • com Associações representativas dos consumidores, as quais fazem parte de alguns órgãos da estrutura organizativa da CERTIF;
  • com o Organismo Nacional de Normalização, através da participação em várias Comissões Técnicas e no acompanhamento dos trabalhos europeus (CEN / CENELEC) e internacionais (ISO / IEC) de normalização, na sua qualidade de membro de pleno direito em vários Acordos de Reconhecimento Mútuo;
  • com a Comissão Europeia, por via do seu reconhecimento como Organismo Notificado, participando em diversas reuniões no âmbito do acompanhamento das Directivas dos Produtos da Construção e da Baixa Tensão;
  • com o Organismo Nacional de Acreditação;
  • com diversos Organismos do Estado que têm responsabilidades regulamentares sobre determinados produtos;
  • com as entidades nacionais responsáveis pelo controlo do mercado.


CERTIF © 2016 www.certif.pt