última actualização: Outubro 2017 
 
  início Folheto CERTIF
  mapa do sítio
 

Certificação de Sistemas de Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho

OHSAS 18001

um valor da organização de reconhecimento social

Ambiente de trabalho seguro e saudável

Grande parte da vida das pessoas é passada no seu local de trabalho. Por outro lado, todas as organizações existem para gerar valor, pelo que a sua competitividade depende em grande medida da forma como os seus colaboradores realizam as suas tarefas de uma forma mais eficiente.

A relação que resulta do ambiente que é proporcionado para garantir a segurança e a saúde no trabalho, condiciona de forma directa o valor da produtividade e dos resultados alcançados pela organização.

Nesta perspectiva, a especificação OHSAS 18001: 1999 (da qual a NP 4397: 2001 foi adaptada) estabelece um modelo para sistemas de gestão da segurança e saúde no trabalho que, implementado, apoiam as organizações em demonstrarem a sua capacidade de controlarem os seus riscos para a segurança e saúde no trabalho, reduzir os acidentes, cumprir requisitos legais e em melhorar o seu desempenho.

Promover a Segurança e Saúde no Trabalho

A gestão da segurança e saúde no trabalho pode assumir-se como parte da estratégia da gestão de risco da organização.

Neste contexto, permite reduzir os custos associados a níveis de absentismo elevados e, em alguns casos, correspondentes tempos de paragem laboral, ao promover um ambiente de trabalho estruturado e consolidado  e orientando as organizações na identificação e controlo dos riscos associados às suas actividades, de uma forma consistente.

A OHSAS 18001 é uma especificação internacionalmente reconhecida para a avaliação de sistemas de gestão da segurança e saúde no trabalho, tendo sido desenvolvida no sentido de poder vir a ser usada para efeitos de avaliação por uma terceira parte.

Foi concebida de modo a ser compatível com outras normas conhecidas usadas em sistemas de gestão (ISO 9001, ISO 14001), facilitando portanto a sua implementação.

As organizações podem optar pela certificação voluntária do seu sistema de gestão da segurança e saúde no trabalho, recorrendo a um Organismo de Certificação que evidencie princípios de imparcialidade, credibilidade e rigor técnico e onde essa imparcialidade seja assegurada pela completa independência e isenção de conflitos de interesses da sua estrutura organizacional. Assim, estarão mais habilitadas em demonstrarem as suas preocupações com o controlo dos riscos associados às suas actividades, neste domínio, bem como o cumprimento com a lei.

O reconhecimento perante os clientes e outras partes

Em mercados evoluídos, os clientes procuram dos seus fornecedores mais do que um preço atractivo para concretizarem os seus negócios, valorizando também nesta escolha outros critérios, tais como, a imagem institucional, os compromissos sociais e os valores que estes representam.

Um sistema de gestão da segurança e saúde no trabalho implementado, permite às organizações:

  • identificarem e controlarem, de uma forma consistente, os riscos para a segurança e saúde no trabalho;
  • reduzirem a probabilidade de acidentes;
  • reduzirem a probabilidade de custos associados aos tempos de indisponibilidade;
  • garantirem o cumprimento dos requisitos legais com maior facilidade e confiança;
  • melhorem o desempenho global das actividades e tarefas da organização;
  • demonstrarem uma abordagem actual e inovadora na forma de gestão;
  • demonstrarem perante as partes interessadas o compromisso com a segurança e saúde no trabalho;
  • criarem condições para aumentar o acesso a novos clientes e parceiros para o negócio;
  • diminuírem os custos com seguros de responsabilidade civil.

 

As organizações podem assumir, deste modo, um valor de reconhecimento social


CERTIF © 2016 www.certif.pt